ain Subindo a pedra | Mini Cutxi

Subindo a pedra



 Em um dia nublado, mas alegre por sinal, ela foi em busca de aventura, mesmo com medo tentou superar o que a impedia de descer aquela pedra, mesmo sabendo que estava segura ali amarrada. A primeira sensação de esta lá no topo e saber que tinha que descer foi indescritível de uma forma ou de outra. Só que lá embaixo tinha pessoas a observado dentre elas um alguém que não imaginaria que um dia, pudesse palpitar seu coração.  Começou a descida, lenta, às vezes sem controle por medo mesmo de nunca ter tido aquelas sensações, tinha momentos que descia como deveria, outras vezes ela cometia erros e não manuseava a corda direito na descida. Assim foi com o que um dia ela sentiu e viveu com seu grande amor. Tinha momentos que errava, mas que depois se corrigia e continuava a andar. A amar! Sorte dela que estava com ele, lhe protegendo e cuidado do que ela sentia por ele.
Ainda no meio da descida ela pende para um lado e sente muito medo de terminar essa descida, mas o alguém que estava lá embaixo a incentivou, então ela finalizou a descida com sucesso. Trocaram olhares ingênuos mais felizes por saber que os dois estavam compartilhando da mesma sensação de descer aquela pedra, vencer os medos e anseios. Descobrindo um mundo novo. De repente começou a chover e ela logo quis sair para alguma cobertura para não se molhar. Aquele momento foi o primeiro contato dos dois sem imaginar que um dia iriam viver algo tão intenso. A partir daí os dois sempre desciam a pedra juntos. Cada um com sua corda, seus equipamentos de seguranças, sempre na descida lhes davam às mãos contemplando a paisagem e os dois sussurravam um para o outro um ‘’eu te amo’’, que era levado pelo vento logo em seguida.
Entre idas e vindas desse amor, em certo momento da descida deu problema no equipamento dele, a pedra em que se aventuravam dessa vez era a mais alta de todas que já tinham experimentados. Aconteceu o que ela nunca esperava que um dia fosse acontecer. A corda de seu amado arrebentou e de uma maneira inexplicável caiu e aquela foi a ultima vez em que os dois desceram juntos. Ele morreu. Ate então tudo indicava ser acidental. Ela com todas as dificuldades foi superando, carregando ele sempre em seu coração e mente.
Ate que um dia ela se desafiou a subir a pedra e sozinha. Pois ate então eles apenas desciam, para subir usavam outra técnica. Nessa subida ela encontra desafios em se equilibrar, mas ela estava gostando do novo. Em um dia ela se voltou ao passado, relembrando todos os momentos que viveu com seu grande amor com calma, quando se lembra do que realmente aconteceu naquele ultimo dia o viu.
A verdade é que a queda foi provocada por ele, perto de seus equipamentos de segurança ele carregava uma faca. O próprio quem provocou sua morte, quando estava pendurado, seguro apenas pelas cordas que decidiu corta-las. Foi então que tudo foi esclarecido na mente dela. Na verdade ele não queria mais viver esse amor com ela. Ele preferiu cortar a corda a esta com ela. A pedra na verdade significava o tempo, os momentos, desafios que eles enfrentaram. Essa descida significava o fim do amor deles juntos. A morte dele foi apenas uma maneira de representar sua ausência na vida dela. Pois nunca mais ela o terá de volta. As cordas significavam o amor dos dois. A faca que usada para corta-las foi à frieza dele, pois tudo foi planejando há muito tempo, ela que não percebia isso. E agora a pedra que ela esta subindo, representa o mundo novo em que se encontra, aprendendo a subi-la sem ele, se equilibrando só, vencendo seus medos e desafios. Com coragem e determinação, vivendo o que nunca viveu antes.


Ana Raquel

Share this:

COMENTÁRIOS

1 comentários:

  1. Que texto lindo. É complicado e desafiador "subir a pedra", mas temos que ter coragem mesmo! Seu texto ficou muito bem escrito. <3

    http://www.beggarfashion.com/

    ResponderExcluir

Será um prazer responder seu comentário!
Só não aceito comentários aqui,que possa denegrir
algo ou alguém!
Obrigada e volte sempre ;)
Beijos