ain A árvore que secou | Mini Cutxi

A árvore que secou




Eram tempos de muitas alegrias, as flores faziam suas performances a cada momento para que nos dias determinados deixassem o ambiente com mais vida. E assim a vida seguiu. A árvore era linda, seu caule era grosso e forte. Suas folhas eram mais verdes, que qualquer outro verde encontrado ali naquele ambiente. Ela transmitia além de oxigênio, em suas folhas e galhos, um local fresco e com sombra para um lindo casal.
A árvore se alegrava ainda mais em proporcionar momentos felizes para eles. O casal adorava também estar ali abaixo, demonstrando seu amor um para com o outro. Existia reciprocidade naquele casal. Era raro, a árvore ver aquilo nos últimos tempos.  Beijos, carinhos, carícias eram trocados entre eles e quando o vento soprava era o sinal que a árvore se alegrava em ver todo aquele amor. O rapaz fazia com que os momentos ali fossem únicos e verdadeiros. Músicas preferidas do casal, fazia a trilha sonora dos dois, comidas e brincadeiras engraçadas surgiam nesses dias. Ele fazia de tudo para demonstrar sempre que era ela a sua escolha. Ela através de palavras doces e amáveis dizia que nunca ia o abandonar que iria ser a alegria e o amor que ele sempre quis para todo sempre. E por muitos anos essas juras de amor foram feitas e cumpridas. De certa forma era de se acreditar mesmo em um amor tão lindo e que parecia ser verdadeiro.
O inverno chegou, as folhas e flores caíram, não existia mais um lugar perto de suas raízes para abrigar aquele casal, pois estava tudo molhado. O tempo passou e o sol começou a surgir com mais intensidade. A árvore percebeu que um dia a moça veio se encostar em sua sombra sozinha e chorava muito. Como podia uma moça tão linda e que vinha sempre aqui sempre cheia de sorrisos, estava chorando incontrolavelmente? Algo de terrível deveria ter acontecido realmente! Mas e o rapaz que vinha sempre aqui com ela? Onde está? A árvore apenas escutava a moça dizer baixinho: ‘’Te amo! Não entendo o motivo disso tudo. ’’
A moça passou uma tarde ali embaixo da árvore, chorou e mergulhou em um profundo silêncio. Nunca mais se viu o rapaz e ela não voltou para aquele local, esse foi o motivo para que árvore também mergulhasse em seu profundo e obscuro mundo que ninguém sabia ao certo qual era. Apenas via seu exterior ficar cada vez mais terrível de se ver. Suas folhas a cada dia mais não tinha a mesma pigmentação de antes, seu caule não tinha mais a mesma firmeza. Ate que um dia a árvore secou. Podia chover o que fosse, mas o verdadeiro combustível que a fazia viver era aquele amor que ela via e sentia todos os dias. A tranquilidade e a sombra que ela proporcionava para aquele lindo casal era a que motivava a viver. De certa forma essa árvore seriam a alma da bela moça cheia de amor, sonhos, desejos e carinhos infinitos para com aquele rapaz. Por ela, podia esta o tempo que fosse, mas ela fazia com que cada momento com seu amado fossem únicos, inesquecíveis e verdadeiros. Mas seu coração se fechou e se igualou a uma pedra. Não se sabe o motivo de tudo ter acabado apenas aconteceu. Agora a moça esta fazendo de seu silêncio suas palavras e a árvore espera ver e sentir novamente aquelas cenas lindas e cheias de amor que um tempo a fez viver momentos tão felizes. Enquanto isso ela permanece seca e a moça nunca mais se teve notícias. 


- Ana Raquel


Share this:

COMENTÁRIOS

1 comentários:

Será um prazer responder seu comentário!
Só não aceito comentários aqui,que possa denegrir
algo ou alguém!
Obrigada e volte sempre ;)
Beijos