ain Desmistificando o lema de que ''PAI NÃO PARTICIPA”. | Mini Cutxi

Desmistificando o lema de que ''PAI NÃO PARTICIPA”.



Resolvi falar nesta semana sobre a verdadeira importância “dos papais” no início dos cuidados com o bebê. Isso mesmo! Falei da crucial importância que vocês papais têm nessa etapa de aprendizado com uma nova vida em seus caminhos.
Levar a mãe à maternidade e esperar a chegada do bebê sem ter muita preocupação? Jamais! Comigo, foi totalmente diferente. Tive ao meu lado um super parceiro. Um amigo. Um cúmplice. Um médico. Um psicólogo. Um terapeuta. Tive e tenho até hoje um verdadeiro “BOMBRIL – MULTI-USO”.
Desde a notícia do “você vai ser papai meu amor”. Ele chorou as minhas lágrimas de alegria. Ele vibrou com minhas vibrações. Ele sentia as minhas dores das contrações (se bem que tentava!). Ele acordava e ficava feito zumbi na madrugada comigo. Ele me acompanhava nos ultrassons e se emocionava a cada evolução. Lembro-me como hoje ao escutar as batidas do coraçãozinho da princesa Rebeca, foi lindo!
Não posso esquecer de dizer que ele também super me apoiava nas minhas atividades físicas. Juro gente! Até meu 8º mês de gestação eu estava jogando frescobol na praia. Sempre fui superativa e ele ao meu lado.
Sem falar no dia do parto que ele estava alí bem ao meu ladinho me passando tranquilidade e força. Houve quem dissesse: “Você não vai aguentar. Você vai desmaiar e vai ficar no chão” (risos). Que nada. Ele ficou em êxtase, vidrado em cada momento. Admirando a perfeição de Deus em nossas vidas. Elogiando meu desempenho. Elogiando em como fui guerreira e o quanto ele me amava mais por todo aquele momento.
Por isso...
É certo que nós carregamos o filho em nosso ventre durante 9 meses e aprendemos com o instinto da natureza a lhe darmos com diversas situações, inclusive a conseguir driblar os percalços existentes no caminho. Não é fácil! Isso mesmo. Eu disse: “não é fácil”. É tudo muito novo para uma mamãe de primeira viagem. É tudo muito cauteloso e cheio de minucias intensas. É algo que só vivendo para saber. É por tudo isso que precisamos ter o apoio, a nobreza, o companheirismo, a coragem, a disposição, o afeto e principalmente o respeito de alguém extremamente importante, que é : “o papai”! Sabe porque?
É ele quem vai ajudar você a pegar o bebê no berço quando chorar diversas vezes na calada da noite.
É ele quem vai ajudar você a se deitar e se levantar da cama com mais segurança.
É ele quem vai pegar um copo com água quando a sede apertar na garganta.
É ele quem vai escutar e enxugar suas lágrimas nos momentos de insegurança e medo.
É ele que vai escutar e acreditar nos seus instintos de mãe;
É ele quem vai triplicar suas responsabilidades como pai e esposo e amenizar as suas obrigações de esposa/mãe;
É ele que vai lhe tranquilizar quando você se sentir impotente;
É claro, óbvio e evidente que o papai vai ajudar você nas tarefas mais belas de trocar fralda, dar banho de sol, passear, dar comidinha, acalentar, colocar para dormir um belo soninho, incentivar e estimular as descobertas de cada mês. Por isso, aconselho aos papais de plantão a não perderem a oportunidade de se conectar de verdade com o bebê desde os seus primeiros dias de vida.
Por isso deixo nessas entrelinhas para vocês que: será sempre assim, por todos os dias de nossas vidas que continuaremos partilhando as responsabilidades sem se sobrecarregar e vivendo em comunhão emocional.
Afinal de contas, desde o início sempre sabíamos que estávamos: GRÁVIDOS! Eu e Ele.
QUEM SOU? ( clique aqui )
Não deixem de seguirem o instagram @docemeldemae, lá vocês irão acompanhar diariamente  muitas dicas, que a Mel irá colocar...Caso alguém tenham alguma sugestão de tema, é só comentar, logo abaixo.
 ( Pode comentar via facebook também!!! ) 



Share this:

, ,

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário

Será um prazer responder seu comentário!
Só não aceito comentários aqui,que possa denegrir
algo ou alguém!
Obrigada e volte sempre ;)
Beijos